Quantidade de Páginas visitadas

CARTA DE ESCLARECIMENTO



CARTA DE ESCLARECIMENTO



Prezados pais e comunidade escolar da E.E.Vale do Tigre E. F. de Nova Londrina. No último dia 18/08/2016 uma determinada rádio da cidade veiculou em sua edição no jornal do meio dia notícias sobre fatos acontecidos na Escola, sem a autorização da Direção. A partir desse fato, há que se questionar a ética do jornalismo sensacionalista quando se trata de um assunto que diz respeito à comunidade escolar de uma instituição de ensino que possui respeito perante a sociedade de Nova Londrina pelo trabalho que realiza junto aos alunos que ali estudam. A imprensa tem liberdade para veicular informação, manifestar pensamentos e difundir informações, porém o locutor deve ter responsabilidade civil na divulgação dos fatos. Sugerir na veiculação da notícia que a Direção da Escola não está tomando providências, não realizou reuniões e está ignorando os fatos, é tentativa de colocar os pais contra a Diretora e Equipe Pedagógica da escola.

Desse modo, fazendo uso do direito de resposta, a Direção da Escola Estadual Vale do Tigre Ensino Fundamental, na pessoa da professora Maria Inez Rodrigues Pereira, vem a público comunicar que as providências quanto ao vandalismo praticado por alunos que estudam na instituição já estão sendo tomadas, incluindo o registro de Boletim de Ocorrência na delegacia de polícia. Nos dois casos já se sabe quem realizou o vandalismo, e providências quanto ao ressarcimento do patrimônio público estão sendo tomadas. Esclarecemos, portanto, que as informações do locutor são inconsequentes e difamatórias, uma vez que o mesmo se quer realizou uma visita na escola ou participou da reunião de pais para tomar conhecimento dos fatos. Sendo assim, em nenhum momento escondemos esses fatos em baixo do tapete, como insinuou o locutor. Também, não é verdadeira a notícia de que pais estão retirando seus filhos da escola por causa de violência e indisciplina.

É fato que os desafios educacionais contemporâneos são reflexos de um contexto social, político e econômico vigente em nosso país, que interferem no desenvolvimento de nossos alunos. Porém, é função social da escola organizar seu currículo e sua didática para que os estudantes aprendam de maneira crítica e participativa. Também é função da escola e, principalmente do gestor, organizar a instituição em suas ações pedagógica, estrutural e de recursos humanos a fim de que ela seja uma instituição efetivamente de qualidade. Isso implica em cumprir rigorosamente o que determina o seu Regimento e a Diretriz de sua Mantenedora. Portanto, a Escola Vale do Tigre tem um quadro de professores e funcionários competentes que trabalham incansavelmente para o bem da instituição e de seus alunos.

Se for verdade, como relatou este locutor, que o mesmo estudou nesta instituição e tem imenso carinho por ela, jamais deveria estar divulgando conceitos errôneos sobre a escola inclusive citando nomes de professores que participaram de sua formação acadêmica, sem a devida autorização dos mesmos.

Por isso, quero nesta carta de esclarecimento, firmar a comunidade escolar da Escola Estadual Vale do Tigre e aos pais dos estudantes que a frequentam, nossas considerações, bem como nosso respeito e admiração. Estamos agindo com total empenho, cuidado e compromisso na formação educacional de vossos filhos, para garantir-lhes uma educação de qualidade. Nesse sentido, e conforme está definido nas Diretrizes Curriculares para a Educação Básica do Estado do Paraná, “Um sujeito é fruto de seu tempo histórico, das relações sociais em que está inserido, mas é, também, um ser singular, que atua no mundo a partir do modo como o compreende e como dele lhe é possível participar”(SEED, p14). E se estamos enfrentando desafios que tanto nos entristece, por tamanha violência, é nosso dever contribuir para a formação desse sujeito a fim de que viva em sociedade de maneira participativa e consciente, mas, principalmente, com o objetivo de construir uma sociedade mais justa. Assim, estamos realizando um trabalho de compromisso com a Escola, que foi referendado no Plano de Ação para uma gestão de quatro anos pela comunidade escolar e local no dia 15 de abril de 2016, com um total de 156 votos válidos e 93% de aprovação a esta Direção. Portanto, nosso compromisso para uma educação de qualidade está sendo realizado dia a dia, inclusive quando vivenciamos situações de violência que tanto entristece toda classe de professores. Não estamos sendo omissos com tais fatos, como quer insinuar tal locutor. Queremos uma Vale do Tigre cada vez melhor e nada irá nos desviar deste caminho.

Agradeço o apoio de pais, funcionários, professores e alunos para vencermos os desafios que estamos enfrentando.



Atenciosamente,



Maria Inez Rodrigues Pereira

Diretora






Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito